Consultórios

  • Rio Branco
    R. Francisco Ferrer, 453/405 | 51 3330.8079
    ver mapa

Conização

Imprimir PDF

     A conização do colo do útero pode ser realizada de duas maneiras: o cone a frio e a cirurgia de alta freqüência (CAF), sendo esta mais comum nos dias de hoje. Pode ser feita sob anestesia geral ou por bloqueio anestésico.

     Consiste na retirada de uma porção do colo uterino em forma cônica, objetivando a obtenção de margens livres de lesão lateralmente e em profundidade. Eventualmente, podem haver margens comprometidas, siginificando que talvez exista ainda alguma parte do colo com lesão. Nestes casos, pode-se ampliar a cirurgia em uma segunda etapa, ou, seguir observando a paciente de perto, fazendo citopatológicos e colposcopias mais frequentes. De acordo com a idade da mulher e o desejo de ainda gestar, pode-se ser mais ou menos conservador no tamanho do cone.

 

     Mesmo para aquelas que ainda querem filhos, a cirurgia permite que se possa engravidar e ter uma gestação sem maiores riscos.

 

     A indicação habitual da conização é a lesão de alto grau em colo uterino (NIC 2 e NIC 3).O procedimento pode ser ambulatorial ou com um dia de internação. O pós-operatório é tranqüilo, geralmente não havendo dor. O retorno às atividades comuns se dá em poucos dias.